sexta-feira, 22 de Maio de 2009

Wartuga V3

Na próxima iteração da famosa frame do wartuga 400 optei por só usar duas peças principais, é uma seca terrível cada vez que mando o wartuga ao chão ter que reconstruir aquela frame super complexa.
Muito provavelmente o peso total da frame poderá estar ligeiramente superior, mas é largamente compensado com as reduções com o veio principal em titanio. O aspecto negativo desta transição é que vou ter de fabricar a maior parte das restantes peças visto que a largura agora é com base na parte inferior da frame antiga, no entanto vou deixar de ter espaçadores.
Posted by Picasa

sexta-feira, 8 de Maio de 2009

Está quase...



Uma semana depois e o Wartuga ainda não está operacional, mas é porque desta vez decidi-me a fazer tudo com muita calma. Começei por montar os servos primeiro e optei por organizar os cabos de uma nova maneira de modo a ter o menos braçadeiras agarradas à frame tanto quanto possível. Todos os parafusos tem threadlock de modo a garantir que com as vibrações naturais eles não venham a sair.



















Nesta assemblagem optei por usar os tensores da GuruZ porque permitem os tensores adaptarem-se à correia, o que provoca menos desgaste na correia.

O veio principal foi repensado de modo a ter mais amplitude de passo no rotor principal. Claro que esta estratégia teve um revés óbvio que foi o designador do prato do cíclico deixar de ter as dimensões necessárias, e como a necessidade é amiga do engenho é desta que vai aparecer um designador com teflon embutido.
Reposicionei o gyro mais encostado ao corpo de modo a ter mais area de adesão.

Posted by Picasa






Ontem à noite foi a vez de fazer o estabilizador vertical, que não saiu bem como queria, talvez um bocado grande de mais, aproveitei e pintei também os patins com a cor oficial do wartuga.

quarta-feira, 6 de Maio de 2009

O crash documentado


Como se pode ver o crash deste fim-de-semana deixou a frame completamente inutilizada. O que realmente aconteceu anda não sei mas depois de bem inspecionado não encontrei nada que pudesse ter gerado uma falha mecânica, portanto só posso de deduzir que foi devido a desorientação minha visto estar a sair de um loop do qual mantive em invertido durante mais tempo.

Posted by Picasa

Reconstrução

Este fim de semana a gravidade foi mais forte que o wartuga e lá sofreu mais uma queda aparatosa, no entanto, e para muita supresa minha, ambos os rotores ficaram intactos mas o veio principal ficou empenado, algo que não acontecia há muito tempo. Vou ter agora a oportunidade de testar os meus veios em titanium. Quanto à electrónica os servos dos ailerons partiram as rodas dentadas, problema facilmente resolvido com a quantidade imensa de servos na sucata que lá tenho em casa.
Os patins estão partidos e frame completamente amassada, na cabeça apenas o veio das pinças empenou e a flybar entortou, como já é costume, talvez seja altura de passar para flybarless?

segunda-feira, 23 de Março de 2009

Loops e Rolls

Com o Wartuga perfeitamente operacional voltei a tentar as minhas acrobacias favoritas que são os loops e rolls. Na verdade o resultado a maioria das vezes é flips com piros no fim e rolls afunilados com cambalhota "ai jesus" no fim.
Seja como fôr, vou tentar praticar sem arriscar muito, o Poceirão é já daqui a 15 dias e posso não ter tempo para reparar a máquina a tempo se tiver algum acidente.

sexta-feira, 13 de Março de 2009

Paint Job

Como qualquer outro guerreiro também o wartuga tem as pinturas de guerra, neste caso não é para se camuflar mas sim para se tornar mais visivel, em analogia ao Barão Vermelho.
Posted by Picasa

quinta-feira, 12 de Março de 2009

Diário de bordo 12 Março 2009

O voo de hoje foi bastante calmo porque ainda não mudei o veio do rotor de cauda que está empenado o  que faz com que ele ande aos saltinhos, ainda assim deu para fazer uns quantos loops um bocadinho para o torto, só tive parado uma semana, mas pelos vistos fez mossa nas minhas habilidades de pilotagem.
A nova pintura de guerra beneficiou em grande a visibilidade do wartuga, fotos mais logo, esqueci-me de pôr pilhas na camera, o que me permite afastar mais o heli com mais confiança.
Como nota final, não caiu nada do céu! heli 1 - chão 0